Olá Meninas.com (Talita Stutz)

Vamos conversar!

Mês passado teve como uma de suas campanhas o Setembro amarelo que é um movimento mundial que objetiva conscientizar a população sobre a realidade do suicídio e mostrar que existe prevenção em mais de 90% dos casos.
 Resolvi falar um pouquinho sobre esse assunto mesmo que o mês tenha acabado porque andei lendo alguns assuntos e me identifiquei com alguns pontos e achei interessante falar sobre com vocês!

Você sabia que a causa número 1 de suicídios é a depressão? Segundo o site Saúde mental de Ricardo Spinoza, a depressão é uma doença ou um distúrbio afetivo, que atinge a humanidade desde suas origens, atingindo a autoestima, também o sentimento de inferioridade, tristeza, pessimismo, combinando entre si e aparecendo com extrema frequência.

Ela é uma doença sempre silenciosa e difícil às vezes de perceber. Não fica estampado na cara apesar de sempre dar alguns indícios. A pessoa não fica se arrastando pelo chão, chorando o dia todo. Ela tenta esconder, chora sozinha, tenta sempre sorrir quando na verdade lá no fundo está desesperada para alguém perceber e lhe ajudar. Mas falar e pedir ajuda soa falso e dramático então por isso tenta esconder dando apenas pequenos sinais.

Fique atento aos seus amigos, parceiros e familiares. Eles estão muitas vezes lá gritando socorro com os olhos, basta prestar atenção aos sintomas e abrir a mente.

Sintomas

Diferente do que pensam muitas pessoas a falta de sociabilidade e interesse social não são causas da depressão e sim uma consequência da doença que já existia.

Ansiedade, angustia, falta de interesse social;

Desanimo;

Humor depreciativo;

Sentimentos de medo, indecisão.

Picos de irritabilidade

Hoje com o avanço da medicina e da tecnologia permite que os tratamentos para essa doença se tornem cada vez mais eficazes, hoje existem aproximadamente mais de 30 remédios para tratar a depressão.

Com a internet e o aumento de informações, vem sendo cada vez mais desmitificado os mitos dos efeitos colaterais dos remédios feitos para esses tratamentos.

A depressão, infelizmente, é uma doença que não tem cura, tem apenas o tratamento, que deverá ser feito por toda vida, para que não haja mais, ou diminua os episódios de crises de depressão.

Shopping