Policial

Troca de sangue no São Rafael quase acaba em tragédia

Dois pacientes no São Rafael tiveram as bolsas de sangues trocadas por engano na hora da infusão e foram transferidos para o HU

 Na noite deste sábado (23) a reportagem do MANCHETE DO POVO foi chamada para noticiar um erro que teria acontecido no hospital São Rafael de Rolândia.

Emerson Serpeloni relatou que seu tio, José Volpato, 60 anos, teria recebido o sangue, por engano, de outro paciente, o senhor Panfilio Visquetti, 80 anos. “O sangue do meu tio é B+, mas ele recebeu A+, do senhor Panfilio”, lamenta.

ASSISTA
 

Dois pacientes no São Rafael tiveram os sangues trocados por engano na hora da transfusão. Familiares se desesperaram. "Eles agora estão correndo risco de morte", lamenta a ex esposa de um deles. Segundo um dos familiares, o médico de plantão agiu rápido e salvou a vida dos pacientes. Os dois serão transferidos para Londrina.

Posted by Manchete do Povo on Saturday, March 23, 2019

Volpato é paciente de câncer e estava no São Rafael para fazer uma infusão. Ele recebeu o sangue errado por aproximadamente 30 minutos. O senhor Visquetti estava se tratando de uma infecção urinária e anemia, ele recebeu o sangue por apenas cinco minutos. Os dois começaram a apresentar sintomas como tremedeira, quando o filho de Visquetti chamou o médico.

O enfermeiro chefe, Agnaldo Felipe, relata que houve um erro na hora da troca dos plantões. Segundo ele duas bolsas estariam preparadas para a infusão do paciente José, uma foi ministrada pela enfermeira do turno do dia e a outra deveria ser feita pelo enfermeiro do turno da noite. “A equipe do dia passou a informação errada, mas o enfermeiro que continuou a infusão do sangue também errou por não conferir o que estava recomendado”, lamenta.

Ele garante que os dois pacientes foram encaminhados conscientes e estáveis para o HU (Hospital Universitário de Londrina). “Eles tiveram reações como dispneia e pressão alta, mas depois normalizou”, relata. Agnaldo explica que a transferência para o HU foi necessária porque no São Rafael não tem o soro usado para quebrar a reação alérgica causada pelo sangue errado.

Na manhã desta segunda (25) Emerson informou que seu tio passa bem, porém ainda sente dores e está aguardando atendimento deitado em uma maca no corredor do HU.

    COMUNICADO
    O Hospital São Rafael de Rolândia (HSR), vem a público comunicar a comunidade de Rolândia e Região, o ocorrido na noite de ontem, 23/03/2019, quanto a reação alérgica apresentada pelos pacientes José Volpato (60) anos e Panfilio Visquete (80) anos, provavelmente ocasionado por reação na transfusão de sangue.
Após a constatação, o médico plantonista, Dr. Bruno Henrique Sena, agiu de forma rápida, realizando todos os esforços para o pronto restabelecimento do paciente.
Por volta das 21:00 horas foi solicitado contato com o SAMU para cogitação de transferência para o HU Hospital Universitário, devido a hipótese de reação transfusional, o qual foi atendida as 22:00 horas, com os pacientes já apresentando sinais vitais normais, totalmente estabilizados e em plena consciência.
Em contato no dia de hoje, 24/03/2019 com o Hospital Universitário, fomos informados que os pacientes se encontram em situação estável.
É desejo desta Diretoria de que todos os fatos sejam apurados, e para isso já entramos com processo de sindicância na intenção de apurar o acontecido e tomar as devidas providências quanto ao ocorrido.
Estamos trabalhando arduamente para o restabelecimento do Hospital São Rafael, diante de tantos anos na ociosidade que estava a Instituição, é fato de que ainda temos muito a fazer, mas em momento algum vamos desanimar diante das dificuldades e de acontecimentos que infelizmente possam vir a ocorrer, pois acreditamos em nosso trabalho e temos profunda consciência de que juntos com nossos colaboradores e corpo clinico, conseguiremos alcançar nosso objetivo.
Ao ocorrido, antes mesmo do resultado da sindicância, nossos sinceros pedidos de desculpas aos pacientes e familiares.
A DIREÇAO!