Manchete Rural

PR registra a menor temperatura do Brasil em 2016 e previsão de mais geada preocupa produtores

Nesta quarta-feira (8), a cidade de General Carneiro, no extremo Sul do Paraná, registrou a menor temperatura do Brasil em 2016: – 4,5 ºC, segundo dados do Instituto Brasileiro de Meteorologia (Inmet).

O recorde pertencia a Urupema, na Serra catarinense, onde o termômetro marcou – 4,3 ºC no dia 19 maio deste ano.

Mas o frio não ficou concentrado apenas no Sul do estado. As temperaturas despencaram em todas as regiões, inclusive com a formação de geadas, o que provocou preocupação entre os produtores rurais, principalmente de milho safrinha. Desde o ano 2000 não tínhamos uma massa de ar polar tão forte no Paraná, afirma o meteorologista do Inmet, Luiz Renato Lazinski.

Mas ainda não é possível falar em perdas. Segundo o analista do Departamento de Economia Rural (Deral), Edmar Gervásio, é cedo para avaliar o impacto das geadas. A geada desta quarta-feira foi forte no Sul e Centro-Sul, onde o milho safrinha está pronto para a colheita. No Oeste, onde a geada foi moderada, pode ter tido algum reflexo, mas nada significativo, afirma. Segundo o técnico do Deral, 50% da safra atual de milho do Paraná (1,1 mi de hectares) está suscetível aos efeitos da geada.

De acordo com Luiz Renato Lazinski, o frio permanece até a próxima segunda-feira (13), com destaque para madrugada de domingo para segunda-feira (13).

Fonte: Gazeta do Povo

 

Shopping