Política

João Gaúcho fala que CP é a oportunidade de Francisconi se defender

Sob suspeita e afastado pelo GAECO, Francisconi agora tem a oportunidade de se defender em uma possível CP (Comissão Processante) que pode levar à absolvição, ou até mesmo à cassação dele

Em entrevista AO VIO concedida ao MANCHETE DO POVO nesta sexta (26), o vereador João Santos (PSC) explicou porque pediu a instauração de uma Comissão Processante e esclareceu o que o levou a fazer esse pedido.

O vereador relata que o prefeito será investigado com base nas acusações feitas pelo GAECO (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado) que o investiga por possíveis Infrações político administrativa envolvendo suspeita de propina e fraudes em licitação.

 

Mais conhecido como João Gaúcho, o vereador protocolou o pedido para instauração desta CP ontem, quinta (25), na Câmara Municipal de Vereadores de Rolândia.

O prefeito, assim como alguns servidores e secretários estão afastados desde o dia 10 de setembro, quando foi deflagrada a operação PATRICÍNIO pelo GAECO. Além de afastados os investigados estão usando tornozeleiras eletrônicas.

Para ser colocada em plenário, o pedido de CP passou pelo jurídico da câmara que nesta sexta deu parecer favorável.

Formalizado e na pauta de segunda, a CP será votada na próxima sessão ordinária, com início às 18 horas. Para ser aprovada precisa de sete votos, dos dez vereadores.

ASSISTA A ENTREVISTA COM O VEREADOR E SAIBA COMO SERÃO OS TRÂMITES NA RÓXIMA SEGUNDA.
 
CP Contra o Prefeito

AO VIVO - Vereador João Gaúcho, Joao Santos fala sobre pedido de abertura de Comissão Processante contra o prefeito Luiz Francisconi Neto

Posted by Manchete do Povo on Friday, October 26, 2018
Shopping