Sociedade

Gestante perde bebê prematuro, apesar de todo o esforço da equipe médica do São Rafael em Rolândia

Ao sofrer sangramento ainda em casa, mãe foi atendida no Hospital São Rafael, mas a criança não resiste e morre após o parto

As informações repassadas em nota pelo Hospital São Rafael dão conta que a gestante de 31 semanas, Ana Beatriz do Nascimento deu entrada na madrugada desta sexta (11), às 05h57 apresentando importante quadro súbito de sangramento vaginal.

Ela foi imediatamente encaminhada ao Centro Cirúrgico para cesárea de emergência devido ao diagnóstico de descolamento prematuro de placenta.

O neném prematuro nasceu às 06h40, e segundo a diretoria do São Rafael recebeu toda assistência necessária, mas não resistiu e veio a óbito por volta das 08h30. A mãe segue em observação no hospital.

 NOTA DE ESCLARECIMENTO

 

Conforme apurado no atendimento, a gestante Ana Beatriz do Nascimento com idade gestacional de 31 semanas, deu entrada no hospital pela primeira vez no dia de ontem, 10/01/2019 por volta das 17:47min, apresentando dor em baixo ventre, sem queixa de perda de liquido ou evidencia de sangramento, boa movimentação fetal e ausência de contrações e dilatação.

 

 

Foram realizados exame físico e complementares, cujo resultado foi constatado dentro da normalidade não evidenciando estar em trabalho de parto. Diante deste quadro a gestante foi medicada, observada, reavaliada após resultado de exames e liberada, sob a orientação de retorno se necessário.

 

Por volta das 05:57min, na data de 11/01/2019, a gestante deu entrada novamente no hospital, acompanhada pelo esposo, apresentando importante quadro súbito de sangramento vaginal, sendo prontamente atendida pelo plantonista e encaminhada de forma imediata para o Centro Cirúrgico, para cesárea de emergência devido ao diagnóstico de descolamento prematuro de placenta.

 

Ás 06:40min, nasce recém-nascido prematuro, vivo, de sexo masculino, cianótico, apresentando esforço respiratório e baixa saturação, onde recebeu toda assistência necessária, conforme protocolo, que para estes casos determina também transferência para serviço de referência através do SAMU.

 

Após estabilizar o RN, foi acionado o SAMU que chegou ao Hospital por volta das 08:30hrs, porém, não conseguiu realizar a transferência, devido a alteração dos parâmetros clínicos do recém-nascido. Neste momento foi realizado todos os procedimentos de reanimação, de acordo com os protocolos médicos, sem resposta do RN.

 

A Sra. Ana Beatriz do Nascimento, permanece internada no Hospital, apresentando quadro estável.

 

O Hospital informa que realiza aproximadamente 6 mil atendimentos mês, e agradece toda sua equipe médica e de enfermagem pelo esforço realizado neste caso.

 

A Família nosso sincero pesar pelo ocorrido, e que DEUS possa confortá-los neste momento de tristeza.

 

A DIREÇÃO.