Cidades

Funcionários da prefeitura de Alvorada do Sul são presos durante Operação do GAECO

A operação resultou na prisão de funcionários públicos, um empresário e finalizou com prisão de um homem por porte ilegal de arma de fogo na cidade de Alvorada do Sul

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) prendeu cincos pessoas durante operação por suspeita de fraude em licitações na Prefeitura de Alvorada do Sul na manhã desta quinta-feira (20).

Durante a ação do GAECO, três funcionários da prefeitura foram presos, um empresário da cidade de Bela Vista do Paraiso e um homem por porte ilegal de arma de fogo. A operação também cumpre 17 mandados de buscas e apreensões em casas de Alvorada do Sul, Bela Vista do Paraíso e Londrina.

 

Após nove meses de investigações, o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) descobriu a utilização irregular de lei municipal, que beneficiava compras de materiais hospitalares.

Segundo o Promotor Jorge Barreto, a lei apenas supria empresas que ficavam até 50 quilômetros de Alvorada do Sul e que poderiam participar de licitações da prefeitura.

 

O ministério Público do Paraná (MP-PR) ainda não estipulou o tamanho do prejuízo causado aos cofres públicos da cidade, mais de acordo com os contratos entre as empresas investigadas, se aproxima de R$2,5 milhões de reais.

Com Informações G1 Norte e Noroeste

Shopping