Política

Ex-secretário de Cultura garante não ter envolvimento com o esquema de propina na prefeitura

Citado como um dos afastados na “OPERAÇÃO PATROCÍNIO” em que o GAECO afastou o prefeito e servidores de Rolândia, Fernando Pina, ex-secretário de Cultura emite nota e garante que não tem envolvimento com nenhum ilícito
(Foto: Arquivo pessoal (Facebook))

Na manhã desta segunda (10) o GAECO realizou mandado de busca e apreensão na prefeitura, na casa de servidores e em algumas empresas de Rolândia.

Foi deflagrada a “OPERAÇÃO PATROCÍNIO” que investiga recebimento de quantias indevidas (propinas), direcionamento de contratações, concessão indevida de modificações em contratos firmados com o Município, desvio de verbas públicas para pagamento de contratações sem o devido procedimento licitatório e falsificações de notas fiscais por intermédio da inserção de falsas prestações de serviços.

 

Assista a entrevista na íntegra

 

Entre os citados está o ex-secretário de cultura, Fernando Pina, que atuou desde 2017, sendo exonerado pelo executivo em maio de 2018 sem justificativa, segundo Fernando.

 

Confira a NOTA na íntegra:

NOTA DE ESCLARECIMENTO
O ex-secretário de Cultura Fernando Pina, esclarece que sempre agiu dentro da lei, trabalhando em prol do município e da cultura. Ressalta ainda, que jamais participou de qualquer organização criminosa e nem mesmo possui relação de amizade com os demais investigados, bem como nunca teve envolvimento com os fatos ligados à operação.
 
O escritório de advocacia DS SANTOS E BORGES RODRIGUES, aclara que o Sr. Fernando Pina é o maior interessado em esclarecer todos os fatos e lamenta a forma deturpada com que os fatos estão sendo expostos à população, principalmente da acusação de desvio de recursos públicos, fato esse totalmente inverídico.
 
A defesa repudia a acusação imputada ao ora investigado, por supostamente participar de uma organização criminosa, com o fim de receber vantagem ilícita, pois estas práticas não condizem com a realidade fática e há deficiência probatória para sustentar qualquer juízo penal reprovável.
 
É notório o fato de que no período de maio de 2017 a maio de 2018, Fernando Pina atuou na secretaria de Cultura de maneira ímpar e integra, sendo reconhecido no Município de Rolândia como um apoiador das mais diversas manifestações culturais.
 
Por fim, reforçamos o comprometimento e interesse em colaborar com as investigações.
Em respeito ao Poder Judiciário, e ao próprio Estado de Direito, as questões referentes ao mérito dos processos serão tratadas na esfera apropriada, onde restará provada a inocência do Sr. Fernando Aparecido Coelho Pina.
 
Rolândia, 10 de setembro de 2018.
JESUS E. B. RODRIGUES – ADVOGADO
DANIEL DA SILVA SANTOS – ADVOGADO

 

Shopping