Eleições 2018

Entrevista AO VIVO com o Pré-candidato a governador do Paraná Dr. Rosinha

Florisvaldo Fier, conhecido como Dr. Rosinha esteve AO VIVO na redação do Jornal MANCHETE DO POVO na manhã desta sexta (13) e foi o primeiro pré-candidato a governador do Paraná a participar de uma série de entrevistas que serão apresentadas durante o ano eleitoral de 2018

Pré-candidatos ao governo do Estado do Paraná, ou às vagas de senador, deputado federal e estadual serão convidados a estarem na redação, sempre AO VIVO para proporcionar a ativa participação do público.

Rosinha respondeu perguntas relacionadas à prisão do Lula, Ideologia de Gênero e Aborto. Contou um pouco de sua história e disse porque quer ser governador do Paraná.

Assista a entrevista com o Pré-candidato a governador do Paraná, Dr. Rosinha (PT)

Biografia segundo o wikipedia

Florisvaldo Fier nasceu em Rolândia, onde foi trabalhador rural, e mudou-se em 1969 para Curitiba, onde estudou Medicina, na PUC do Paraná.

Depois de formado, trabalhou por vários anos em postos de saúde da periferia da capital paranaense.

Dr. Rosinha, como é conhecido, começou a atuar nos movimentos sociais e foi um dos fundadores e diretor do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais e diretor do Centro Brasileiro de Estudos da Saúde.

Também participou da fundação do Partido dos Trabalhadores (PT) e da Central Única dos Trabalhadores (CUT), no início dos anos 80.

Em 1988, apoiado pelo movimento social e sindical, foi eleito vereador de Curitiba, sendo o candidato mais votado do partido.

No ano de 1990, venceu a eleição para deputado estadual.

Foi reeleito para o cargo em 1994. Apoiou o pleito dos servidores públicos, professores, estudantes, trabalhadores sem-terra e sem-teto.[2]

Em 1998, Dr. Rosinha foi eleito deputado federal pela população do Paraná, obtendo votos de 338 municípios paranaenses.

Nas eleições de 2002, foi reeleito com mais de 124 mil votos.

Nos últimos anos, foi presidente e secretário-geral da Comissão do Mercosul do Congresso Nacional.

No início da campanha eleitoral de 2006, submeteu-se a uma cirurgia cardíaca. Apesar de ter feito apenas uma viagem de campanha, foi novamente reeleito, com mais de 69 mil votos.

Em 7 de maio de 2007 foi eleito vice-presidente do Parlamento do Mercosul (Parlasul). Exerceu a presidência da entidade de junho de 2008 até fevereiro de 2009.

Por três vezes presidiu delegações de observação eleitoral na Bolívia. A primeira em agosto de 2008, a segunda em janeiro de 2009 e a terceira em dezembro de 2009.

Em maio de 2017, no 6º Congresso do PT, foi eleito presidente da executiva paranaense para o triênio 2017-2019.

E agora em 2018 é pré-candidato a governador do Estado Paraná.

 

 

Shopping