Fatos e Notas (Paulo Farina)

E se pudéssemos reescrever o passado?

A vida é uma escola. Eis uma verdade de domínio comum. Muitos pensam que seria mais fácil se pudéssemos reescrever a juventude com o conhecimento acumulado na maioridade. Isso não é possível. A vida é um fluxo constante. O que somos e onde estamos é resultado dos caminhos que percorremos.  

Já foi dito que é um erro amargar os maus atos, escolhas e hábitos da juventude. Mesmo sabendo disso, quem não os lamenta? O enfermo pranteia seu passado de vícios e excessos... O estudante reprovado, seu ócio... O divorciado sua impaciência ou luxúria... O endividado sua vida pródiga e assim por diante!

É verdade que somente pessoas com caráter deficiente se vitimizam. Os maiores sofrimentos e provações que enfrentamos são resultantes de nossas ações e escolhas. Neste sentido bradar, acusar ou exigir compensações de nada resolve. Elas são incapazes de trazer a paz e a felicidade que almejamos.

O bom senso diz que aceitar o passado é sempre a melhor escolha. Afinal, só deseja reescrever um Capítulo quem teve coragem para escrever um Livro. Não existe erro sem ação. Ah, mas se eu pudesse voltar no tempo? Será que não erraria tudo novamente? Como Adão e Eva? Aliás, será que a Árvore do Conhecimento estava no Jardim do Éden por acaso? Eu acredito que não. O desafio é: Sou capaz de perdoar meus erros e de viver em paz?

Veja Também
Shopping