Policial

Com submetralhadora, dirigindo alcoolizados e com um bebê a bordo, bandidos estariam a caminho de executar policiais em Londrina

Na noite desta segunda (11) a Polícia Militar (PM) prendeu dois homens e uma adolescente de 17 anos com uma criança de um ano de idade. Com o grupo estavam uma submetralhadora e oito rádios comunicadores na frequência da polícia. Segundo denúncia anônima eles tinham a intenção de executar agentes de segurança pública
(Foto: Divulgação Polícia Militar)

O tenente, Emerson Castro, do 5º Batalhão de Polícia Militar da cidade de Londrina revelou em entrevista ao site 24horas.com.br que a corporação havia sido informada sobre a intenção dos suspeitos.

 

 

 

As informações eram de que eles estariam circulando nas Ruas da Zona Sul de Londrina, região do Cj. Jamile Dequech em um veículo Hyundai de cor branca com placas de Cianorte.

A ROTAM (Rondas Ostensivas Táticas Móveis) ao flagrar os suspeitos deu ordem de parada que não foi respeitada pelo motorista e então uma perseguição policial (acompanhamento tático) começou pelas ruas do bairro até que os indivíduos foram interceptados e parados no conjunto São Lourenço.

Com eles foi encontrada uma criança de um ano de idade, a princípio filho da adolescente. O pai do bebê, um homem de 27 anos, declarou ser o dono da submetralhadora e foi autuado em flagrante por porte ilegal de armas e corrupção de menor.

Dirigindo o carro estava um terceiro elemento, de 28 anos, que foi preso também pelo crime de direção perigosa e embriaguez ao volante.

Dentro do veículo, além dos rádios e a metralhadora, foram encontradas diversas garrafas de bebidas e munições de revólver calibre 38.

Rodrigo Stutz