Política

Cobra Repórter vai integrar comissão que analisará fim da aposentadoria de ex-governadores

O Partido Social Democrata (PSD) definiu os nomes dos deputados estaduais Cobra Repórter (titular) e Delegado Recalcatti (suplente) para fazer parte da Comissão Especial para analisar a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) nº 01/2019, de autoria do Governo do Estado, que propõe revogar o inciso 5º do artigo 85 da Constituição do Estado do Paraná e por fim o pagamento vitalício de aposentadoria aos ex-governadores do Estado.  

No último dia 20, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) realizou uma audiência pública. Na sequência, a Comissão, em sua reunião ordinária, deliberou favoravelmente ao parecer do relator, deputado Homero Marchese (PROS), pela admissibilidade da matéria proposta pelo governo do Estado. Hoje, 12 ex-governadores, viúvas ou dependentes recebem o benefício. O subsídio mensal para ex-governantes bruto de R$ 30.471,11.

O deputado estadual Cobra Repórter (PSD) disse que “isso deve gerar uma economia que vai acabar servindo de exemplo para o Brasil. Temos que acabar com mais essa injustiça feita com o dinheiro público, é uma mordomia que vem se arrastando há tempos uma vez que até aquele que assumiu o cargo de governador por pouco tempo tem direito de se aposentar com o salário pelo resto da vida”, disse o deputado Cobra Repórter.

Os líderes de blocos partidários entregaram nesta quarta-feira (27) à Mesa Executiva da Assembleia Legislativa do Paraná, a indicação dos deputados titulares e suplentes que formarão a Comissão Especial. O bloco PSL/PTB indicou o deputado Luiz Fernando Guerra como titular e Emerson Bacil suplente; o indicado do PSB é o deputado Tiago Amaral (titular) e Artagão Júnior (suplente); o bloco PSDB/PV definiu pelos deputados Michele Caputo (titular) e Paulo Litro (suplente), enquanto o PSC escolheu o deputado Wilmar Reichembach (titular) e Evandro Araújo (suplente).