Opinião

Bem vindo a Riverdale

14463000 1012256955538357 69943183540693205542 n

 

Riverdale é uma cidade fictícia de uma série de TV norte americana, baseada nas obras literárias da Archie Comics. Tá, e o que isso tem a ver? Lembram-se daqueles filmes do SBT sobre cidades pequenas onde inúmeros crimes aconteciam? Então, Riverdale é a mais nova sensação de ficção sobre crimes e coisas bizarras em cidades pequenas, e não apenas na ficção, e nem tão distante assim, Rolândia vem se destacando com seus eventos recentes que me fez lembrar de Riverdale, uma das minhas séries favoritas.

Arrombamento e furtos de carros em série? Perseguição policial pelas ruas da cidade? O mais perto que estive disso foi quando assisti Velozes e Furiosos: Operação Rio, no cinema. Onde o Van Diesel se refugia da Polícia no Rio de Janeiro e tem altas tretas com o The Rock por só roubar carrão top. Bom, aqui em Rolândia, após uma série de arrombamentos de carro (em menos de uma hora), os caras levaram um fusquinha (nada contra os fuscas, mas os malandrões haviam arrombado um Honda Civic). No entanto o famigerado fusca de um humilde senhor foi o escolhido para viver essa aventura, e o coitado do fusca nem falava para poder gritar um socorro.

Arrombamento de casas em série? Lembro que me divertia em ver o Macaulay Culkin judiando daqueles marmanjões que tentavam assaltar a sua casa no dia de Natal. Claro, isso é ficção, porque na realidade, a cruel realidade, os criminosos entram nas residências, e não bastam roubar os pertences, fazem os moradores da casa passarem pânico, por encontrarem um belo cocô como presentinho na cozinha deixada pelos marmanjos. Uma pena que nós não temos o QI 1200 do Macaulay, se não os furtos em residências cairiam drasticamente, talvez devêssemos rever esse filme, talvez.

 Mas o que dizer ao assalto do malote em frente ao banco no começo dessa semana? Com direito a tiroteio quase igual aos filmes do Dirty Harry, do Client Eastwood. Não se limitando apenas à cena de Bang Bang, Rolândia recebeu um helicóptero que teve rondando a cidade na busca dos criminosos, que trocaram de carro durante a fuga. ISSO SIM É VELOZES E FURIOSOS!

Eu fico me perguntando, porque a Liga da Justiça ou os Vingadores não fizeram nada? O Flash ajudou a Polícia na apreensão dos assaltantes em um banco de Arapongas, foi hilário. Mas eu entendo o Flash, pra vir de Arapongas a Rolândia ele teria que pagar quase 10 reais de pedágio, um absurdo! Combater o crime não paga os boletos, então não dá pra ficar gastando dinheiro assim pra nada. Bruce Wayne e o Tony Stark até tentaram fundar uma sede aqui em Rolândia, mas ao descerem na rodoviária, era tanto pedinte que suas carteiras se esgotaram. Ao atravessarem a linha férrea para chegarem até o jornal, quando se deram conta, suas roupas haviam sido furtadas, logo concluíram que a cidade está perigosa demais para eles.

 A Polícia se esforça em manter a cidade em ordem, e isso é notada pelas notícias que vemos nos portais da cidade, mas enquanto o Conan, ou o Exterminador (pode ser o do futuro) ou o Justiceiro não virem dar uma mãozinha, os agentes não vão conseguir controlar essas ervas daninhas. E assim, Rolândia continuará sendo uma versão brasileira de Riverdale, com suas ondas de crimes e coisas bizarras, e eu, sou uma versão do meu personagem favorito, o narrador dessas histórias, Jughead Jones III. Ou vai ver eu estou vendo séries demais. 

Flash heroi manchetedopovo

SHAZAM!

Shopping